A Filosofia é útil?

“Se abandonar a ingenuidade e os preconceitos do senso comum for útil; se não se deixar guiar pela submissão às ideias dominantes e aos poderes estabelecidos for útil; se buscar compreender a significação do mundo, da cultura, da história for útil; se conhecer o sentido das criações humanas nas artes, nas ciências e na política for útil; se dar a cada um de nós e à nossa sociedade os meios para serem conscientes de si e de suas ações numa prática que deseja a liberdade e a felicidade para todos for útil, então podemos dizer que a Filosofia é o mais útil de todos os saberes de que os seres humanos são capazes.” – Marilena Chauí

Anúncios

Golem e o Gênio

“Deixe ver se entendi corretamente”, disse o Djim a certa altura. “Você e seus parentes acreditam que um fantasma que vive no céu pode atender seus pedidos.”
“Isso é uma simplificação muito grosseira, e você sabe disso.”
“Ainda assim, de acordo com os homens, nós, djins, não passamos de histórias para crianças?”
“Isso é diferente. Trata-se de religião e fé.”
“E onde exatamente reside a diferença?”
“Você está realmente curioso, ou sendo apenas deliberadamente insultante?”
“Estou realmente curioso.”

Golem e o Gênio – Helene Wecker

No que você quer acreditar?

— Em que você quer acreditar, Barron?

— Quero a verdade.

— Mas você já não decidiu por antecipação que a verdade tem de caber dentro do seu evangelho? Você quer a Bomba de Elétrons na Lua, não é? (…) Assim, qualquer coisa que possa atrapalhar isso não é verdade, por definição.

Os Próprios Deuses (1972), página 307;
Isaac Asimov

Aproveitando o post, outra citação famosa:

“O aspecto mais triste da vida de hoje é que a ciência ganha em conhecimento mais rapidamente que a sociedade em sabedoria” — Isaac Asimov

A Filosofia consiste na capacidade de nos admirarmos com as coisas.

Gaarder, Jostein.
O Mundo de Sofia – Romance da História da Filosofia (Kindle Locations 284-370).
Companhia das Letras.

É como quando presenciamos um truque de mágica: não conseguimos dizer como aquilo que vimos aconteceu. Então perguntamos: como pôde o mágico transformar um par de lenços de seda brancos num coelhinho vivo? Para muitas pessoas, o mundo é tão incompreensível quanto o truque do mágico que tirou um coelhinho de uma cartola que estaria vazia. (…) No fundo, nós é que somos como o coelhinho que foi tirado da cartola. (…)

Quanto ao coelhinho branco, Read More

[Introdução] Por Onde Começar?

Eu quero saber.

Quero saber por que estamos aqui; e se há um propósito na angústia inerente ao ser.
Saber se somos os únicos em todo o universo que questionam a própria existência; e se um dia nossa espécie poderá contemplar o crepúsculo de uma estrela que não seja o Sol.

Existe uma maneira confiável de se obter conhecimento? O outro está realmente ali ou é apenas uma personagem da minha representação de mundo? Deus existe? Se Deus não existe, tudo é permitido? Há vida inteligente na Terra? O que cargas d’água é a consciência?

Todas as culturas já fizeram as Perguntas Fundamentais. Estamos todos navegando na mesma embarcação chamada Terra, no grande oceano cósmico, em busca da mesmíssima coisa: a verdade subjacente da realidade. Portanto, não há motivo para matarmos uns aos outros tentando descobrir qual deus tem a maior piroca.

Este espaço abstrato é a minha tentativa particular de trilhar esse caminho. Sem uma bússola confiável, no entanto, a maioria ruma a esmo em direção a um abismo. Como muitos antes de mim, posso cometer erros. Por isso, convido você a propor soluções aos problemas aqui apresentados; críticas construtivas serão sempre bem-vindas.

Cada novo texto será uma tentativa de responder alguma dessas questões; porém, antes, precisamos de bases sólidas sobre as quais construir nosso conhecimento. Então, por onde começar?

-separator-

Essa é a introdução à série de textos EBV